Tenho sido preguiçoso com os meus editores de textos puros por muitos anos. Na época do OS X, usei bastente o Smultron/Fraise e cheguei a configurar direitinho (na medida do possível) o iTerm2 para as minhas necessidades da época. Mas como essa solução não era portátil, eu a perdi quando migrei de volta para o Slackware. Menos mal, senão ainda estaria acomodado com ela.

Chegou a hora de dar uma solução portátil e de longo prazo para isso. Os meus projetos - que vão desde coisas em C até HTML, passando por shell, Make, PHP, Python, CSS, JS e outras coisas mais obscuras - merecem um editor decente e que não me leve a perder um ambiente confortável e produtivo se decidir migrar de plataforma algum dia. Não tenho nenhum plano quanto a migrar novamente, por enquanto... Mas vai saber o que o futuro nos reserva, né?!?

Os competidores atuais são: Vim e Sublime Text. O 'Subláime' é um candidato forte, é o atual queridinho de 11 entre 10 webdevs, mas peca mortalmente por ser closed source. Instalei, configurei, pendurei uns plugins. Legalzinho, leve e tals, mas fucking closed. Depois de investir um tempo dessa semana e descobrir em que pé está o Vim, acho que tenho um vencedor. Basta ver o screenshot aí pra ter uma idéia do que eu estou falando.

Vim com esteroides.

Tem tudo para ser meu editor de textos nos anos vindouros.

Estou estudando as possibilidades que o Vim e seus plugins oferecem para fazer uma configuração adequada para a minha necessidade. Quando eu terminar, conto tudo aqui.